Salada Tailandesa com papaia, marinada de tofu, gengibre e gergelim em folhas verdes – Curso Eduk

Esta receita eu aprendi no curso da Eduk (Sucos e Saladas Funcionais) desenvolvido pela Nutricionista Maria Isabella Catarina Schnell.

Quem assistir o curso tem direito a apostilas e ensinamentos valiosos e maravilhosos sobre alimentação saudável e funcional…e de quebra ainda vai ver EUZINHA lá questionando tudo e experimentando os pratos hahahaha

Eu fiz esta salada e ficou simplesmente maravilhosaaaaa… Eu gostava somente do Tofu defumado (deve ser porque eu não sabia fazer o normal kkkkk) mas desta forma…olha de dar água na boca.  Vamos para a nossa salada?

Rendimento : 4 porções
Durabilidade: 1 dia

Molho
Ingredientes
- 1 pimenta dedo-de-moça
- 1 dente de alho
- 2 limões – suco
- 6 colheres (sopa) de molho de soja
- 6 colheres (sopa) de açúcar de coco

Modo de preparo:
• Lave, retire as sementes e pique a pimenta dedo-de-moça. Reserve
• Descasque e pique o alho. Reserve
• Esprema os limões
• Adicione o alho e a pimenta
• Junte o molho de soja e o açúcar
• Em uma panela, aqueça rapidamente este molho até o açúcar diluir
• Leve para a geladeira até que esfrie

Salada Tailandesa
Ingredientes
- 1 mamão papaia verde
- 2 cenouras
- 100 g de vagem – 10 unidades
- 4 tomates cereja
- Sal marinho (Q.B)
- Pimenta-do-reino (Q. B)

Modo de preparo
• Descasque o mamão, corte ao meio e retire as sementes
• Corte-o em corte à julienne (em tiras finas)
• Faço o mesmo com a cenoura
• Lave a vagem e corte-a em tamanho de 2 cm
• Corte os tomates cereja ao meio
• Misture todos os ingredientes em um recipiente
• Adicione o molho da salada
• Deixe marinar por 20 minutos

Fica assim…simplesmente maravilhosa! Isa sua linda…obrigada por compartilhar conosco e dar este excelente curso na Eduk! <3 salada-tailandesa-com-tofu salada-tailandesa-eduk

Como fazer salada no pote também conhecida como Salad in a jar ou mason jar

Bom, hoje é sobre como montar a famosa salada no pote. A salada no pote além de facilitar a nossa vida, conserva por uns 3 dias na geladeira com as folhas bem verdinhas…legal né? MUITO…principalmente para marmitas rs…

  • 1º Forre o fundo com o molho de sua preferência.
  • 2º Coloque os pedacinhos pesados: pepino, grão de bico, feijão, cenouras, pimentão, rabanetes, vagens e o que a sua criatividade permitir hehe
  • 3º Você pode colocar quinoa, sementes, nozes, brotos, tangerina, tomate, cebola, milho, ervilhas, cogumelos e etc
  • 4º Por último acrescente as verduras, alface, rúcula, espinafre, agrião ou a folha que preferir!

Voilá… a sua salada no pote prontinha!

Repetindo: molho, ingredientes densos e folhas…nesta sequência para as folhas ficarem por cima e não ter contato com o molho e vir a murchar!

salada-no-pote-escolha-a-sua

 

Outras formas de armazenar e simplificar a nossa vida hahaha

Sem contar nesta foto de Taco Mexicano né? #Vontade rs

salada-no-pote

 

 

salada-in-a-jar

 

Mais algumas inspirações para vocês!

 

 

 

 

Como comprar tênis para corrida

Tenho muitos amigos que apesar de corredores natos, não sabiam como comprar o seu tênis de corrida!

Vou colocar somente duas dicas valiosas.

O primeiro passo é escolher um tênis para o seu tipo de pisada. Existem 3 tipos de pisada: Pisada Supinada,  Neutra e  Pronada.

Na imagem abaixo você possui mais informações sobre cada tipo de pisada.

Tipos de pisada

Imagem: World Tennis

Você sempre deve comprar tênis um número maior do que você usa diariamente, (para sapatos e sandálias, eu uso o 39. Para tênis casual eu já uso o 40, mas para corrida uso a numeração 41) pois durante a corrida o pé incha e com a pressão, os dedos e unhas podem bater na borda do tênis, causando lesões e se isto permanecer continuamente, as suas unhas podem até cair!!! :/

Eu sempre compro tênis masculinos devido ao tamanho do pé e também não tenho problema algum em chegar na loja e pedir a numeração 41, não me sinto constrangida por ser mulher!

Você verá que com o tipo de tênis adequado e uma numeração maior, a sua corrida ficará muito mais gostosa e confortável!

Let’s Run?

 

 

Tênis para corrida Olympikus Impulse da linha Olympikus Running

Gente, precisava postar sobre este tênis da Olympikus…

Adquiri o Olympikus Impulse e ameiiiiii…o meu pesinho 41 em tênis (Compre sempre uma numeração maior do habitual, mais informações aqui neste post), tem um super conforto e é um dos melhores tênis que já utilizei para correr!

Afinal a linha foi testada por especialistas, fanáticos por corrida e um teste cego. Confira no site www.thefinaltest.com.br os detalhes.

O cabedal é composto por material sintético, dois tecidos diferentes e detalhes com tecnologia refletiva que proporciona segurança. A entressola anatômica em EVA propicia rápida absorção de impactos, bem como a palmilha para melhor amortecimento devido à tecnologia Supporter, visando estabilizar a pisada.

O solado contém borracha antiderrapante Gripper, que contribui para aderência no solo aumentando sua estabilidade. Compre já o seu na World Tennis loja virtual ou em alguma loja mais próxima! São mais de 260 lojas para você escolher! :D

Olympikus Running Tênis Impulse

Tênis para uma corrida de qualidade!

 

 

 

Google Fit – APP de monitoramento de atividades físicas do Google

A boa notícia, é que o Google lançou na terça-feira no dia 28/10 o Google Fit, um app para monitorar as suas atividades físicas, sendo ela: caminhada, corrida ou bicicleta. Ele vai ajudar a manter o seu condicionamento físico e auxiliar na perda de peso! Ahhhh o Google ♥  sempre inovando!!! ♥ ♥ ♥

E claro, a má notícia: Este App por enquanto está disponível somente para os dispositivos Android Wear.

Claro, que como todo produto lançado, precisa ser aperfeiçoado. As dicas que eu daria, era torná-la uma comunidade ou fazer uma integração com o Google+, Nike+ ou ao My fitness Pal, adicionar um contador de calorias, poder renomear as atividades, colocar treinos personalizados de corrida! Ahhh isso ajudaria e muito!

Ele identifica qual exercício você está fazendo e monitora seus passes ou pedaladas. Me lembra a NIKE+ FUELBAND. Eu tinha uma, mas como sou uma boa ariana e muito imediatista, era louca para ver a distância percorrida, o tempo que levei para fazer cada km e as calorias, mas tudo isso junto ela não proporciona, somente no app ou no computador. Mas é uma gracinha para usar diariamente, ver a quantidade de calorias gastas (era o que me empolgava), além disso, a pulseira é um lindo relógio! Por isso vivo na esteira! Rsss assim tenho todas as informações que desejo e fico olhando para ela toda hora hahahaha até ter um novo brinquedinho ou o que morro de vontade de ter o Forerunner® 910XT. #sonhodeconsumo

Para baixar o Google Fit, você pode ir no Google Play http://goo.gl/rX8AMw

Google-Fit-d

google_health

Orientações de Alimentação Pré e Pós-Exercício

O principal objetivo de uma refeição pré-exercício é fazer com que o esportista não se sinta fraco e nem lento antes e durante a atividade. Por isso, da mesma forma que o jejum é contra indicado neste momento, o recomendado é não iniciar um treino com o estômago totalmente cheio, o que pode diminuir a performance e até trazer conseqüências desagradáveis, como indigestão, náuseas e até vômitos.

Uma boa recomendação é fazer uma refeição grande, como um café da manhã completo ou almoço, de 2 a 4 horas antes do exercício. Se o tempo entre a última refeição e o horário do início do treino for inferior (como as pessoas que acordam e vão treinar imediatamente), priorize apenas os carboidratos (pão, biscoito ou bolo simples, barra de cereais, géis de carboidrato, frutas) e
dispense as proteínas (leite, queijo, iogurtes, peito de peru) e as gorduras em geral. Isso melhora a absorção dos carboidratos, que são essenciais para este momento, pois garantem energia, e não “pesam” no estômago para a hora do treino.

Alguns alimentos ricos em fibras, como cereais fibrosos, grãos, hortaliças cruas e algumas frutas, como laranja com bagaço ou abacaxi, não são recomendados neste momento, pois podem causar desconforto intestinal.

Alimentar-se para obter o melhor desempenho também inclui fazer uma escolha inteligente dos alimentos a serem ingeridos após o exercício físico. Isso restabelesce os músculos do atleta ou desportista para o próximo evento ou competição.

Para recuperar totalmente a energia muscular, é necessário comer nos primeiros 30 minutos após o exercício e fazer outras refeições pequenas a cada três horas. Se não for possível ingerir alimentos sólidos nos primeiros 30 minutos ou se não houver alimentos disponíveis, recomenda-se beber pelo menos 2 copos de uma bebida esportiva. É igualmente importante hidratar-se após a
atividade física.

A melhor recuperação pós-treino é obtida ao se combinar o consumo de carboidratos e proteínas, que são extremamente importantes para recompor os músculos. As proteínas estão presentes em alimentos de origem animal, como queijos, iogurtes, leites, carnes, frios magros.

DICAS DE ALIMENTOS PRÉ-TREINO

Pão de forma ou francês, biscoitos (maisena, água e sal, leite, etc), bolo simples (de fubá, laranja), barra de cereais, cereais simples, géis de carboidrato, banana ou outras frutas, Sucos de frutas.

DICAS DE ALIMENTOS PÓS-TREINO

Sanduíche de peito de peru e queijo branco com suco de abacaxi / Bolo de cenoura + iogurte + fruta / Salada verde + Espaguete ao
sugo com frango grelhado ou Salada + Arroz com brócolis + bife grelhado.

Yasmin Scaciotti
Nutricionista
CRN-32804/P

Sucos detox ou sucos desintoxicantes

Todo mundo sabe que sucos desintoxicantes são ótimos para o nosso organismo, principalmente depois daquele “pé na jaca”.

Com o excesso da alimentação “não saudável” e até mesmo pelo estresse causado no dia-a-dia, muitas toxinas ficam acumuladas no nosso corpo. Para liberar essas toxinas, os sucos desintoxicantes são super indicados, por serem saudáveis e naturais.

É aconselhável no máximo 2 copos de sucos desintoxicantes ao dia, principalmente no período da manhã.

Alguns benefícios dos sucos desintoxicantes:

  • Mantém a pele hidratada
  • Aumenta a disposição
  • Melhora a qualidade do sono
  • Melhora a memória
  • Aumenta a resistência a gripes e resfriados
  • Controla a hipertensão
  • Melhora o intestino

Gestantes e mamães no período de amamentação podem tomar os sucos detox?

De acordo com a nutricionista Yasmin Scaciotti, durante toda a gestação, a mamãe deve se preparar para a amamentação. Além do consumo diário dos sucos desintoxicantes a base de limão.

A amamentação, permanece a necessidade do consumo diário do limão, pois todo o sistema imunológico da mãe seguirá fortalecido, não só para manter a saúde dela, como também a do bebê que está alimentando-se do seu enriquecido leite.

Os sucos desintoxicantes são uma alternativa prática e econômica de incluir rapidamente hábitos saudáveis na dieta diária. Preparados com frutas, folhas e hortaliças, são um verdadeiro coquetel de alimentos vivos, rico em minerais, vitaminas, fibras, clorofila e antioxidantes. Eficientes para desintoxicar, tonificar e resgatar a vitalidade, agem no fortalecimento do sistema imunológico, na prevenção de inúmeras doenças e retardam o envelhecimento precoce das células.